In order to ensure the highest quality of our services, we use small files called cookies. When using our website, the cookie files are downloaded onto your device. You can change the settings of your browser at any time. In addition, your use of our website is tantamount to your consent to the processing of your personal data provided by electronic means.
Back

Projeção do símbolo do Sindicato Solidariedade (Solidarność) da Polônia no Monumento ao Cristo Redentor

02.09.2020

Em 31 de agosto, celebramos o 40º aniversário da criação do Sindicato "Solidariedade" na Polônia, que levou à queda do totalitarismo comunista e ao fim da divisão mundial da Guerra Fria.

Foto1

A projeção foi realizada por iniciativa da Embaixada da República da Polônia no Brasil. “O Cristo Redentor de braços abertos deve lembrar às pessoas sobre os valores como a paz, a esperança e a dignidade, valores esses que também inspiraram a criação do Solidariedade e que foram fundamentais para milhões de poloneses, que em agosto de 1980, lutando pela liberdade e pela solidariedade, criaram o primeiro grande sindicato independente em países afetados pelo totalitarismo comunista” - disse o Embaixador da Polônia Jakub Skiba.

“Será comemorada uma parte da História muito importante não apenas para a Polônia, mas para todo o Leste Europeu: o processo de lutas pela independência e liberdade, que terminou com a queda do Muro de Berlim, símbolo do fim da opressão comunista da União Soviética”, destaca o bispo auxiliar da Arquidiocese do Rio, Dom Tiago Stanislaw.

O Embaixador lembrou que um dos criadores do Monumento ao Cristo Redentor foi um escultor de origem polonesa, Paul Landowski, e que o Papa João Paulo II visitou o Monumento. “A iluminação do Cristo Redentor é uma expressão de fé na vitória da ideia de solidariedade em todo o mundo. Estes valores são especialmente importantes neste momento difícil, quando toda a humanidade precisa de unidade na luta contra a pandemia” - observou o Embaixador.